Plano de Sucessão Familiar


Plano de Sucessão Familiar

 

É um processo complexo e delicado de Planejamento e Preparação para a Sucessão, sendo fundamental para as organizações se mobilizarem na discussão do tema e que seus líderes  trabalhem em cooperação com os especialistas, na preparação de seus sucessores com o objetivo de facilitar todos os procedimentos.

 

Os processos sucessórios nas organizações são complexos e, em alguns casos, desgastantes, mesmo quando planejados.

 

No Plano de Sucessão Familiar há um processo com três elos: Família, Patrimônio e Empresa, requerendo profissionalismo para enfrentar as dificuldades que não são observadas nos outros modelos organizacionais.
Nossos consultores em sua metodologia de trabalho  podem assessorar a empresa no Plano de Sucessão Familiar, com os sócios fundadores,  e/ou  herdeiros e toda a linha de sucessão familiar e profissional. É um trabalho personalizado, que contém várias fases do processo sucessório considerando as práticas de governança e cultura da Empresa, do ponto de vista legal/tributário.
A sucessão organizacional também ocorre, visando decidir quais áreas estratégicas serão consideradas e que deverão ser ocupadas através de um programa de desenvolvimento de competências das lideranças dos candidatos internos a sucessão vertical,  horizontal e transversal.
É fundamental que os donos e/ou sócios conheçam e incorporem os valores da organização e, além disso, equilibrem três competências fundamentais: a técnica, a humana e a conceitual.

 

Objetivos do Plano de Sucessão Familiar

 

Desenvolver um plano de ação com a Empresa para a transição de comando, visando profissionalizar toda a linha sucessória e demais lideranças, no processo para administração da gestão.

 

Traduzir sistemicamente os objetivos da alta direção sucessória, clarificar os motivos e identificar os anseios dos sócios fundadores no tocante a desenhar visão de futuro a  curto, médio e longo prazos.

 

De forma a garantir o sucesso de continuidade dos negócios, sem prejuízos e riscos, e assegurar a sustentabilidade da Empresa junto aos colaboradores, mercado e seus stakeholders. A transparência e divulgação do processo de transição garantirão sob medida, os resultados previstos e elaborados.

 

Fases

 

Fase I –   Seminário  Conceitual para Alta Direção

Fase II – Etapas do Planejamento Sucessório

Fase III – As ferramentas aplicáveis

Instrumentos de Governança: Missão, Visão, Valores Éticos e Acordos de Sociedade; Este processo será de interação, a ser discutido, elaborado e implementado com a alta direção e lideranças como todo.

 

Escopo do Processo:

 

Etapa I – Conceitual: Reunião com alta direção

Etapa II  –  Etapas do Planejamento Sucessório:

Etapa III – As ferramentas aplicáveis

Etapa IV – Implantação do Processo total

 

Metodologia do Plano de Sucessão Familiar:

 

• Preleção com Apresentação e Discussão de Cases

• Processo de Coaching com Alta Direção Lideranças Executivas

• Auditorias Contábeis e Legais

• Relatórios Periódicos de Acompanhamento e Evolução do Processo

• Aplicação Implantação do Processo Sucessório

• Apresentação da Matriz de Sucessão

• Elaboração do Cronograma e Suas Fases

 

Há também o PPA – Programa de Preparação para a Aposentadoria, interessante para colocá-lo em Benefícios.